fbpx
 em Blog

Congestionamentos, transportes públicos ineficientes e alto preço do combustível têm sido os grandes influenciadores para que mais pessoas utilizem as motos. Esse é o seu caso e você tem dúvidas sobre modelo e cilindradas para adquirir a sua primeira moto? Saiba que podemos ajudá-lo nessa tarefa!

Alguns fatores devem ser levados em consideração na hora da compra, por exemplo, a escolha da loja, a marca e o modelo da moto e, claro, o motivo que o levou a optar por esse transporte.

Quando você é iniciante, é fundamental que o foco seja em conforto, segurança e usabilidade. Pensando nisso, preparamos algumas dicas para que você acerte em cheio na sua escolha. Confira e boa leitura!

1. Escolha o modelo certo

Antes de qualquer coisa, é preciso verificar as cilindradas da moto, afinal, dependendo do seu objetivo, será possível optar por uma que tenha pouca ou muita potência. Além disso, considere outro fator importante: o seu grau de experiência para dirigir uma motocicleta. Tal informação será útil no momento de escolher o seu veículo.

Caso o seu objetivo seja utilizar a moto como meio de transporte urbano, é indicado que você opte por uma moto de baixa cilindrada, uma vez que ela atenderá perfeitamente aos seus propósitos. As motocicletas de 110 cilindradas, por exemplo, são econômicas, baratas e úteis, tanto para o trabalho quanto para o passeio na cidade.

No entanto, se a sua intenção é fazer viagens com a moto, é preciso optar por uma que tenha cilindradas acima de 300. E lembre-se de que, para pilotar em estradas, é indispensável que o motorista esteja bastante treinado!

2. Tenha cuidado na hora da compra

Antes de fechar a compra da sua moto, faça pesquisas na Internet sobre todas as especificações técnicas, depoimentos de proprietários e, principalmente, sobre as lojas onde deseja realizar a compra.

Assim, você estará pronto para sair em busca da sua primeira moto com uma consciência maior do que vai encontrar e do que vai atrai-lo.

3. Entenda que existem custos além da compra 

Quando se compra a primeiro moto, muitas vezes, o motorista não tem noção de que haverá custos além da entrada e das prestações. Por isso, uma dica importante é que se tenha a consciência da quantidade de dinheiro de que você dispõe para investir em uma motocicleta. Isso vai evitar que problemas financeiros apareçam em função de uma falta de planejamento.

Então, verifique o valor do IPVA, do seguro obrigatório, dos roubos, da perda total e dos prêmios dos seguros contra furtos, de maneira que tais valores se adequem ao seu orçamento, considerando o que você vai desembolsar na compra e também nas prestações a serem pagas.

4. Fique atento ao custo-benefício

A compra da sua primeira motocicleta não deve se restringir apenas a saber qual o modelo perfeito e investir todo o dinheiro na aquisição. Diferentes modelos e marcas podem apresentar um custo-benefício distinto.

Dessa forma, é imprescindível que você faça pesquisas para saber realmente o que deseja comprar, adequando às suas necessidades e aos seus desejos. Do contrário, você pode gastar mais dinheiro do que havia planejado por algo que não vai deixá-lo tão satisfeito.

5. Saiba pilotar com segurança

Ao comprar a primeira moto, é importante atentar a algumas dicas de segurança. Confira as principais delas:

  • use o equipamento certo: procure fazer um check-list de todos os itens necessários que um motociclista deve vestir. Capacete, calça e luvas, por exemplo, fazem parte do senso comum para proteção;

  • saiba frear: acelerar é muito bom, no entanto, certifique-se de que você sabe usar bem os freios;

  • sempre sinalize: utilizar o pisca é fundamental não só para a sua segurança, mas para a de todos ao seu redor. Sem a sinalização, o trânsito seria um caos e, certamente, os acidentes seriam muito mais frequentes;

  • seja visto para ser lembrado: essa é uma regra de ouro para todos os motociclistas  jamais se torne invisível no trânsito. Tenha a certeza de que os demais veículos repararam que você está ali e evite os pontos cegos dos espelhos.

Por fim, é importante deixar claro que, a princípio, o ideal é que se adquira uma moto padrão, pois, ganhando experiência, você estará preparado para partir em busca de uma opção com desempenho mais elevado, caso seja a sua intenção.

Não se esqueça, é claro, de solicitar um teste drive antes de finalizar a compra. Teste o acelerador, os freios e a capacidade de a máquina fazer curvas. É fundamental que a sua primeira moto gere uma sensação natural ao ser pilotada, para que você se sinta confiante.

Gostou das dicas? Quer adquirir a sua primeira moto de maneira consciente? Então entre em contato conosco agora mesmo e confira nossos produtos!

Postagens Recentes