fbpx
 em Blog

Pilotar uma moto, por si só, não é uma tarefa das mais difíceis. Todavia, a complexidade do trânsito nos centros urbanos e rodovias transformam algo simples em um verdadeiro desafio no qual, por vezes, possuir a habilitação necessária não basta, sendo preciso fazer um curso de pilotagem de motos.

O motociclista está exposto a diversos riscos e, por isso, não deve cuidar apenas da forma como pilota sem considerar os demais veículos. Cuidar da própria segurança, para o motociclista, é estar em constante estado de alerta, sem desprezar qualquer tipo de perigo que possa existir.

Com o objetivo de ajudá-lo, selecionamos algumas dicas sobre o trânsito e técnicas para aumentar a sua segurança ao pilotar uma moto. Confira!

Pilote por dois ou mais

Como já adiantamos, para garantir sua segurança, não basta que você pilote de forma exemplar. É preciso estar atento a todos os outros veículos e motoristas na pista, pois manobras inesperadas podem acarretar em acidentes.

Considerando que o motociclista possui alta vulnerabilidade, todo tipo de acidente deve ser evitado, pois as consequências costumam ser graves. Você deve dirigir por você e pelos outros.

Busque visibilidade

O motociclista precisa ser visto, o que não é uma recomendação banal, se considerarmos a velocidade e o tamanho de uma motocicleta. Evite andar em pontos cegos, isto é, atrás das colunas traseiras dos carros, fora do campo de visão do motorista. Mantenha uma distância segura do veículo à sua frente, e também evite transitar pela direita. 

Oriente seu garupa

É função do piloto garantir a segurança do garupa, portanto, forneça a ele os equipamentos e recomendações necessárias para uma viagem segura.

O ideal é que as pernas do garupa pressionem moderadamente o quadril do motociclista, o que evita que o carona seja projetado para trás em arrancadas e retomadas bruscas. Peça ainda que ele acompanhe a inclinação do seu corpo nas curvas, jamais se inclinando em sentido contrário.

Manutenção importa

Andar com as revisões em dia não previne apenas gastos consideráveis com consertos, mas também ajuda a garantir a sua segurança. Dois itens merecem destaque, quais sejam, os freios e pneus. 

Andar com os freios regulados ajuda a aumentar a resposta dos comandos, o que em situações de risco, pode livrá-lo de acidentes. Pneus em bom estado aumentam a eficiência dos freios, e também evitam derrapamentos e multas.

Atenção à sinalização

Fique atento à sinalização das vias e, nos cruzamentos, nem sempre confie na sua preferência ou no sinal verde. Nesse caso, antes de arrancar, certifique-se de que os outros carros e motos de fato estão parados. Acidentes em cruzamentos geralmente causam graves consequências.

Descanse

Percorrer longos trajetos é cansativo, portanto, é recomendável que sempre que necessário, o motociclista tenha alguns momentos de repouso. Aproveite para alongar seu corpo, se alimentar e, se for o caso, dormir. É aconselhável que os descansos sejam feitos a cada duas horas, ou sempre que necessário.

Gostou das nossas dicas? Que tal fazer um curso de pilotagem de motos com quem de fato entende do assunto? Aproveite. Entre em contato agora mesmo com a Regata Motos e ajude a tornar o trânsito mais seguro!

Postagens Recentes