em Blog

As scooters estão cada vez mais comuns nas cidades. Seja pelo conforto e comodidade, seja pela economia e agilidade no trânsito, elas estão virando os xodós de muitos motociclistas. Porém, para pilotar uma moto scooter com segurança, é preciso entender o que as diferem das outras motos.

Com bastante espaço para carga e um quadro completamente carenado, as scooters têm o visual bem diferente das motos mais comuns no mercado. A distinção também acontece na posição de pilotar, sendo mais ereta do que em outras motos, com um destaque para o assoalho de apoio dos pés.

As scooters são muito indicadas para ambientes urbanos, onde é preciso fazer manobras em espaços pequenos. A comodidade do câmbio automático também é uma vantagem nesses ambientes, já que o trânsito exige a troca constante de marchas.

Cuidados para pilotar uma moto scooter com segurança

Com tantas características diferentes, não é à toa que as scooters também tenham uma dinâmica de pilotagem bastante particular ao modelo. Por isso, selecionamos 3 cuidados essenciais para pilotar esse tipo de motocicleta. Vamos conhecê-los?

Cautela redobrada com os buracos

Uma das principais diferenças das scooters é o tamanho de suas rodas. Elas são bem menores que as convencionais, justamente para facilitar as manobras e deixar a mudança de direção mais ágil.

Porém, isso acaba tendo um preço: o cuidado com os buracos deve ser redobrado. Como sabemos, o asfalto em nossas cidades não é dos melhores, sendo comum encontrar buracos na pista. Portanto, é preciso ficar de olho para não cair em nenhum deles. Afinal, alguns chegam a ter o tamanho da própria roda.

Se você não quer se preocupar com isso, escolher scooters de maior porte, como a Honda PCX ou Honda X-ADV, é uma boa alternativa.

Atenção nas curvas

Outro ponto da dirigibilidade que é afetado pelo tamanho das rodas nas scooters é a maneira de fazer curvas. Devido às dimensões dos pneus e também do assoalho abaixo da moto, as curvas devem ser feitas em ângulos menos agressivos. Ou seja, com o corpo menos deitado.

Isso não é um ponto negativo desse tipo de moto, mas sim uma forma de pilotar com maior segurança. Devido a seu raio de curva ser bastante curto, não é preciso deitar o corpo para conseguir mudar a direção como em outros tipos de moto.

Cautela com os freios nas descidas

Atualmente, a maioria das scooters conta com câmbio automático. Esse tipo de câmbio traz muito mais conforto e segurança na tocada, já que elimina a necessidade de troca de marcha constante e deixa o piloto focado apenas no percurso.

Porém, é preciso tomar certo cuidado em descidas, pois as scooters não contam com o freio motor dos câmbios manuais. Por isso, fique sempre com as mãos nos freios nas descidas e, quando possível, conte com equipamentos de segurança como o ABS e o CBS, presente nos modelos da Honda desde a SH 150i até os mais robustos.

E aí, gostou das nossas dicas sobre como pilotar uma moto scooter com segurança? Então curta nossa página no Facebook e não perca mais nenhum post como este!

Postagens Recentes